Curso de Especialização


Violências, Diversidade e Políticas Públicas – 1ª Edição

Este curso visa integrar saberes de áreas afins, educação, serviço social, ciências sociais e psicologia, entre outras, sobre as múltiplas expressões de violência, diversidade e políticas públicas. Assim, promove a interdisciplinaridade de saberes sobre essa importante temática na realidade brasileira. O corpo docente é formado por especialistas nacionais e internacionas na área. VAGAS LIMITADAS!

inscreva-se
INSCRIÇÕES INÍCIO DURAÇÃO

De 07/11/2017 a 03/03/2018

Dia 13/03/2018

De 13/03/2018 a 31/07/2019

16 meses ou 363 horas-aula.

horário das aulas

Terças e quartas-feiras, das 19h30min às 22h45min. Dias e horários das aulas sujeito a alterações, a critério da coordenação do curso.

objetivos

  • Contribuir para a qualificação profissional de indivíduos que trabalhem ou tenham interesse em trabalhar com o tema da violência e conhecer políticas públicas e estratégias para o seu enfrentamento.
  • Promover a integração de saberes de áreas afins, educação, serviço social, ciências sociais e psicologia, sobre o tema da violência, políticas públicas, diversidade e formas de enfrentamento.

público-alvo

Interessados que trabalhem ou tenham interesse em trabalhar com o tema da violência, em suas múltiplas expressões, diversidade e políticas públicas. Profissionais da área da saúde, assistência social, educação e áreas afins.

diferenciais do curso

  • Caráter interdisciplinar, proporcionando o interrelacionamento de saberes;
  • Reflexão profunda e crítica sobre formas de violência e contextos em que ocorrem;
  • Entendimento teórico e prático sobre as políticas públicas para o enfrentamento das múltiplas expressões de violência.

ao final do curso o aluno estará capacitado a:

  • Identificar formas de violência e políticas públicas para o seu enfrentamento;
  • Identificar estratégias de enfrentamento às múltiplas expressões de violência em diferentes contextos sócio-institucionais;
  • Analisar criticamente situações de violência dentro do contexto socio-econômico- cultural, considerando a diversidade de gênero/raça/etnia e sexualidades;
  • Entender as formas de violência vivenciadas pelas mulheres, crianças, adolescentes, jovens, idosos, população negra e LGBT e as políticas públicas voltadas para esses segmentos populacionais;
  • Criar subsídios para a qualificação da intervenção profissional frente às violências no contexto da diversidade humana.

unidade promotora

Escola de Humanidades

área do curso

Ciências Humanas

modalidade

Presencial

DISCIPLINAS
Violência Estrutural e Institucional
Análise da violência estrutural, enquanto forma de violência resultante das relações de produção e reprodução do capital na contemporaniedade. Problematização da violência institucional, e suas diversas manifestações e impactos para os diferentes segmentos sociais na atual conjuntura.
Violência Étnico, Racial e de Gênero
Estudo sobre os processos de violência étnico-racial e de gênero e as estratégias de resistência frente aos processos de opressão. A Perspectiva da interseccionalidade de gênero, raça/etnia na análise dos processos de opressão. Políticas públicas de ação afirmativa e de promoção de igualdade étnico-racial e de gênero. Lei Maria da Penha.
Violência Escolar
A disciplina discute a categoria violência abordando especialmente a relação entre violência e escola. Propõem refletir o papel da escola no enfrentamento à situações de violência.
Violência contra a Criança, Jovens e Adolescentes
Analise da conjuntura de violências vivenciadas pelas crianças, adolescentes e jovens no contexto brasileiro. Problematização desses segmentos sociais e suas trajetórias no reconhecimento como sujeitos de direitos e destinatários de políticas públicas. Leis e sensibilidades culturais à violência. Controvérsias culturais sobre os modos de tratamento de crianças e adolescentes. Políticas públicas na área da infância, adolescência e juventude.
Violência contra a Pessoa Idosa
Estudo sobre as diferentes expressões de violência vivenciadas pela população idosa e estratégias de enfrentamento. Identificação dos fatores de risco e proteção aos maus-tratos em idosos. Enfoca nas políticas públicas destinadas aos idosos e subsídios para a intervenção profissional com esse segmento, dentro da perspectiva interdisciplinar.
Violência contra LGBT
Esta disciplina tem por objetivo compreender a violência contra população LGBT do ponto de vista de agressores e vítimas. Além disso, busca conceituar a diversidade sexual e de gênero do ponto de vista das teorias contemporâneas sobre esse tema. Por fim, serão trabalhadas intervenções eficazes para redução do preconceito e da discriminação e boas práticas no campo da educação e saúde.
Alternativas de Resolução de Conflitos
Conceituação/caracterização de conflitos a partir das diferentes perspectivas epistemológicas e contextuais. Competências para resolução de conflitos. O processo de mediação de conflitos no contexto escolar, familiar e jurídico. Métodos auto compositivos de conflitos. O contraste da cultura retributiva e a cultura restaurativa. Autonomia, heteronomia e Responsabilização. Justiça Restaurativa: concepções, princípios, aplicabilidade.
Oficina para Construção de uma Cultura de Paz
A contribuição da Comunicação não-violenta para a construção da cultura de paz. A prática de Círculos de Construção de Paz.
Políticas Públicas e Experiências Inovadoras de Enfrentamento às Violências
Apresentação e Debate acerca de políticas públicas e experiências inovadoras de enfrentamento às violências. Ênfase para a análise da arte, em suas diversas manifestações, como forma de promoção de direitos humanos e cultura de paz. O movimento Hip Hop e sua intervenção na realidade social. Programas de prevenção à violência no âmbito nacional e internacional. Metodologias de intervenção para a promoção da cultura de paz.
Metodologia de Intervenção em Rede
Conceitos e entendimentos sobre os fundamentos das redes de relações que fundamentam a condição humana como construção de referência e de pertencimento social. A metodologia do trabalho em redes como estratégia de intervenção profissional.
Seminário de Elaboração de Projetos
Diagnóstico Social das Violências em diferentes espaços e contextos. Debate sobre o planejamento social com foco nas ferramentas para elaboração de projetos sociais, contemplando cada etapa do seu desenvolvimento. Realização de exercícios teórico-práticos, abordando a dimensão operativa no desenvolvimento de um projeto social.
Seminário de Produção Intelectual
Elaboração do artigo através de estudos metodologicos de pesquisa em grupo.
Seminário Integrador
Sistematização e Apresentação de experiências e/ou projetos de enfrentamento às violências em diferentes espaços sócio-institucionais. Síntese integradora com os conteúdos trabalhados durante o curso.
Orientação de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
Orientação Individual visando a elaboração do artigo, trabalho de conclusão do curso. Cada professor terá 3 horas por estudante.

trabalho de conclusão de curso - TCC

O TCC poderá ser concluído no prazo máximo de até 6 meses após a realização das disciplinas. Os horários de orientação serão definidos por cada Unidade Acadêmica.

PROFESSORES
Dr. Alexandre A. Guilherme
Dr. Angelo Brandelli Costa
Dra. Beatriz Gersheson
Dra. Fernanda Bittencourt Ribeiro
Dr. Francisco Arseli Kern
Dr. Giovane A Scherer
Dr. Ivaldo Gehlen
Dra. Leunice Martins de Oliveira
Dra. Marcia Calazans
Dra. Patricia Krieger Grossi
Dra. Tarcia Rita Davoglio

Obs: Corpo docente sujeito a alterações.

coordenador

  • Prof. Dr. Alexandre Anselmo Guilherme
  • E-mail: alexandre.guilherme@pucrs.br
  • Possui graduação MA Honours em Filosofia - University of Edinburgh (2001), mestrado MLitt em Filosofia - University of St Andrews (2002), doutorado PhD em Filosofia - Durham University (2008), e pós-doutorado pelo Institute of Advanced Studies in Humanity, University of Edinburgh (2010). Seu livro Buber and Education: Dialogue as Conflict Resolution (London: Routledge 2014) foi nomeado para o American Jewish Book Award 2015. Coordena o Grupo de Pesquisa sobre Educação e Violência.
  • Prof. Dra. Patricia Krieger Grossi
  • E-mail: pkgrossi@pucrs.br
  • Possui graduação em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1987), mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1994) e doutorado em Serviço Social - University of Toronto (1999). Especialista em Gerontologia Social (2002). Estágio pós doutoral na Universidade de Toronto, Canadá (2010), com auxílio do Faculty Research Program da Embaixada Canadense. Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisa em Violência (NEPEVI) e o Grupo de Estudos da Paz (GEPAZ).

INVESTIMENTO MATRÍCULA VALOR DA MENSALIDADE
Matrícula + 18 parcelas R$ 540,00 18 de R$ 540,00
 
VALORES DA MATRÍCULA, CONFORME O PERÍODO DE PAGAMENTO
Período de pagamento Valor da matrícula
07/11 a 14/12/2017 R$ 459,00
15/12/2017 a 15/01/2018 R$ 486,00
16/01 a 15/02/2018 R$ 513,00
A partir de 16/02/2018 R$ 540,00
O pagamento deve ser realizado na data da matrícula. Os valores acima são válidos somente para os períodos informados.
 
PÚBLICO NÚMERO DE PARCELAS VALOR DA MENSALIDADE
Público em geral Matrícula + 18 parcelas Matrícula + 18 de R$ 540,00
Para dependentes de funcionários da PUCRS; Para professores, técnicos administrativos e pais de alunos da Rede Marista; Grupos de 5 ou mais participantes de uma mesma empresa ou empresas conveniadas; Funcionários do Centro Clínico, RAIAR e empresas instaladas no TECNOPUC; Dependentes de funcionários do INSCER, Gráfica EPECÊ e HSL. Matrícula + 18 parcelas Matrícula + 18 de R$ 486,00
PUCRS Alumni Matrícula + 18 parcelas Matrícula + 18 de R$ 475,20
Estudantes com faixa etária de 50 a 60 anos Matrícula + 18 parcelas Matrícula + 18 de R$ 432,00
Estudantes com faixa etária superior a 60 anos Matrícula + 18 parcelas Matrícula + 18 de R$ 378,00
Funcionários da PUCRS, HSL, Gráfica EPECÊ, INSCER (somente se viabilizado financeiramente o curso) Matrícula + 18 parcelas Matrícula + 18 de R$ 270,00
O pagamento do valor de matrícula deverá ser realizado na data da matrícula. O valor diferenciado, para as demais parcelas, é concedido a partir da primeira mensalidade do curso. As mensalidades iniciarão após o início do curso, com vencimento no dia 15 de cada mês, via boleto bancário.

orientações financeiras

Na modalidade de pagamento à vista é concedido ao estudante a redução de 10% sobre o valor de todas as parcelas. E, em havendo o cancelamento ou trancamento do curso, o cálculo dos valores de devolução referente as parcelas vencidas, será desconsiderada a redução concedida desde a matrícula paga.

financie seu curso com o crédito educativo

O Crédito Educativo possibilita o financiamento de 50% das parcelas do curso, com prazo de restituição equivalente ao número de parcelas utilizadas.  

saiba mais
período local horário

De 07/11/2017 a 03/03/2018

Educação Continuada da PUCRS

Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 40 - sala 201

CEP: 90619-900 - Porto Alegre/RS - Brasil

Fone: (51) 3320-3727

E-mail: educacao.continuada@pucrs.br

Das 8h às 18h.

Inscrição

Pode ser realizada pela internet ou presencial. O candidato deverá encaminhar o currículo. As vagas são limitadas e a PUCRS se reserva o direito de modificar e/ou prorrogar o período de inscrições.

processo de seleção dos candidatos

  • Análise do Currículo.

documentos necessários para matrícula

Para fins de matrícula e confecção dos certificados de conclusão de curso é necessário que o aluno apresente, obrigatoriamente, no momento da matrícula UM dos seguintes documentos:

  • RG Civil (para brasileiros);
  • Carteira de Trabalho;
  • Passaporte;
  • Certidão de Nascimento;
  • Carteira de Conselho (deve constar no documento nome de pai e mãe e a naturalidade);
  • CNH (só será aceita como documento de identificação do aluno se for apresentada juntamente com documento complementar que informe a naturalidade do aluno).

Além de um dos documentos listados acima o aluno deverá, obrigatoriamente, enviar a cópia do diploma de graduação.